Pessoas com fibromialgia poderão retirar cartão de prioridade neste sábado

25/11/2023 05:23

Pessoas com diagnóstico de fibromialgia que solicitaram o cartão de prioridade para atendimento em serviços de saúde poderão retirar o documento definitivo neste sábado, 25, das 8h às 12h, na sede da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), na avenida João Pessoa, 325, térreo (auditório). Será necessário apresentar documento de identificação com foto. O cartão pode ser retirado ainda de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h, no mesmo endereço.

Portadores da doença que residem em Porto Alegre também poderão requerer o documento no sábado ou de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, em quatro coordenadorias de saúde (confira os endereços abaixo), onde irão receber uma carteira provisória. Para solicitar o cartão, é preciso levar documento de identidade, comprovante de residência, cartão SUS e atestado médico com a identificação da doença.

Caso o usuário não tenha o atestado para comprovação, será necessário agendar consulta médica em uma unidade de saúde. Para ser validada, a carteira deve ser carimbada e assinada pela coordenação do serviço no verso.

Fornecido desde janeiro de 2022 pelo município, o documento garante preferência no atendimento em unidades de saúde e farmácias distritais, benefício importante para que o portador da doença receba todos os cuidados necessários. O direito é assegurado pela Lei Municipal 12.711 e Lei Estadual 15.606/2021.

Locais de confecção do cartão de prioridade de fibromiálgicos:

De segunda a sexta, das 8h às 17h:
- Coordenadoria de Saúde Sul – rua Pitta Pinheiro Filho,176 - Camaquã. Telefone: 3289-6568/ 3289-2342/5566/5567.
- Coordenadoria de Saúde Oeste – avenida Moab Caldas, 400, 3º andar - Santa Tereza. Telefone: 3289-2971 ou 3289-2905.
- Coordenadoria de Saúde Leste – avenida Bento Gonçalves, 3722 - Partenon. Telefone: 3289-5529, 3289-5521, 32892340 ou 32895619.
- Coordenadoria de Saúde Norte – rua Três de Abril, 90 - Passo d’Areia. Telefone: 3289-3490 ou 3289-3496.

Doença - A fibromialgia é uma patologia caracterizada por dor crônica de localização pouco definida com resposta parcial à analgesia, com importante comprometimento físico e emocional. É mais comum entre as mulheres de 30 a 50 anos.

 

Vanessa Conte

Gilmar Martins

Acompanhe a prefeitura nas redes