Áreas de risco da Capital começam a ser vistoriadas e mapeadas

21/03/2022 17:46

Nesta segunda-feira, 21, teve início uma ação conjunta de vistoria técnica para atualização do mapeamento das áreas de risco (AR) da Capital. Participam da operação a Defesa Civil de Porto Alegre e o Serviço Geológico do Brasil (CPRM) nas saídas a campo. Após, a Secretaria Municipal de Habitação e Regularização Fundiária ficará responsável pelo mapeamento das famílias assentadas nas ARs.

As primeiras áreas vistoriadas foram Morro Santana, Mario Quintana e Rubem Berta. As análises e saídas de campo para mapeamento e identificação das regiões acorrerão ao longo de 2022. O novo relatório está previsto para ser entregue em 2023. A última revisão foi em 2013 e identificou 199 ARs.

“Esse trabalho é de grande importância para atualização das informações. A partir da conclusão serão reeditados os planos de ações de emergências de proteção e defesa civil das Áreas de Risco de Porto Alegre, com foco na prevenção e nas atuações de emergências e socorro à população no caso de desastres”, diz o coordenador da Defesa Civil, Evaldo Rodrigues.

  

 

Bárbara Barbieri

Lissandra Mendonça