Idosos e imunocomprometidos a partir de 12 anos podem receber reforço da vacina bivalente

07/12/2023 14:40

Pessoas com 60 anos ou mais e imunocomprometidas a partir de 12 anos que receberam dose da vacina monovalente ou bivalente contra Covid-19 há mais de seis meses podem receber dose de reforço da vacina bivalente. A definição foi apresentada pelo Ministério da Saúde na quarta-feira, 6.

As doses já estão disponíveis para esses públicos na rede municipal em todas as unidades de saúde, exceto na Laranjeiras, Barão de Bagé, Coinma, Ilha do Pavão, Ilha da Pintada, Ilha dos Marinheiros, Restinga, Núcleo Esperança e Osmar Freitas.

Segundo levantamento da Equipe de Imunizações da Diretoria de Vigilância em Saúde, 143.955 idosos e 3.909 imunocomprometidos acima de 12 anos estão aptos a receber uma nova dose de reforço da vacina bivalente. 

A definição de pessoa imunocomprometida ou em condição de imunossupressão está contida no Manual dos Centros de Referência para Imunobiológicos Especiais

  • pessoas transplantadas de órgão sólido ou de medula óssea;
  • pessoas vivendo com HIV;
  • pessoas com doenças inflamatórias imunomediadas em atividade e em uso de corticoides em doses igual ou superior a 20 mg/dia de prednisona, ou equivalente, por 14 dias ou mais (para crianças, as doses de prednisona, ou equivalente, ≥ 2 mg/Kg/dia por mais de 14 dias até 10 quilos);
  • pessoas em uso de imunossupressores e/ou imunobiológicos que levam à imunossupressão;
  • pessoas com imunodeficiências primárias;
  • pessoas com doença renal crônica em hemodiálise;
  • pacientes oncológicos que realizaram tratamento quimioterápico ou radioterápico nos últimos seis meses e
  • pessoas com neoplasias hematológicas.

 

Patrícia Coelho

Gilmar Martins