Casos confirmados de dengue em Porto Alegre chegam a 1.878 no ano

23/05/2023 12:55
Cristine Rochol/PMPA
SMS
Boletim indica manutenção do alto índice de infestação do mosquito em 38 dos 46 bairros monitorados com armadilhas na cidade

Dados da Secretaria Municipal de Sa√ļde (SMS) indicam 1.878 casos confirmados de dengue em Porto Alegre at√© esta ter√ßa-feira, 23. A maioria ‚Äď 1.818 ‚Äď foi contra√≠da no pr√≥prio munic√≠pio. As notifica√ß√Ķes de suspeitas de pessoas residentes na cidade somam 2.764, indicando que o n√ļmero de casos confirmados corresponde a 67,9% das notifica√ß√Ķes.

Foram descartadas 434 suspeitas, 174 apresentam resultado de classificação final inconclusiva e 278 seguem em investigação. Três óbitos foram confirmados em decorrência de dengue em Porto Alegre em 2023. Os pacientes eram residentes da Zona Leste da cidade, que se mantém como epicentro dos casos neste ano, com mais de 80% dos casos. Em 2022, foram registrados quatro óbitos por dengue na cidade.

Os dados est√£o publicados no Boletim Informativo semanal da Secretaria Municipal de Sa√ļde (SMS) referente √† Semana Epidemiol√≥gica 20 e consideram a data de in√≠cio dos sintomas dos pacientes notificados.¬†

O Boletim também traz dados comparativos entre 2022 e 2023. Neste caso, são apresentadas estatísticas até o final da Semana Epidemiológica 20 de ambos os anos. De acordo com o informativo, em 2022, no período, foram 4.306 casos de dengue confirmados na cidade, e 1.878 em 2023.

As informa√ß√Ķes constam no banco do Sinan ‚Äď Sistema de informa√ß√£o de Agravos de Notifica√ß√£o na manh√£ desta ter√ßa-feira e est√£o sujeitos √†¬†revis√£o pela Diretoria de Vigil√Ęncia em Sa√ļde (DVS).

Na SE 20 (14 a 20/5) sete novos casos autóctones, em cinco bairros, assim distribuídos: Vila São José e Jardim Carvalho, dois casos em cada; e três bairros com um caso novo em cada: Glória, Partenon e Petrópolis.

Desde o in√≠cio do ano, foram notificadas 2.992 suspeitas de dengue √† vigil√Ęncia epidemiol√≥gica da SMS, das quais 2.764 entre pessoas residentes da Capital. Esse dado tamb√©m est√° sujeito √†¬†revis√£o.

Em relação ao mosquito Aedes aegypti, o Boletim da SE 20 indica manutenção do alto índice de infestação em 38 dos 46 monitorados com armadilhas na cidade (confira a situação dos bairros aqui, com consequente manutenção do risco de transmissão viral. Em oito bairros, a infestação é considerada baixa ou moderada.

Pulveriza√ß√£o ‚Äď Na quarta-feira, 24, a DVS realizar√° o 20¬ļ bloqueio qu√≠mico, com pulveriza√ß√£o de inseticida, visando a diminuir o risco de transmiss√£o viral na Zona Leste. A a√ß√£o ser√° em ruas da Vila S√£o Jos√©, com sa√≠da da rua Martins de Lima, 1174, √†s 8h30. Esta √© a 26¬™ opera√ß√£o de bloqueio qu√≠mico realizado pela SMS na Capital neste ano.

Patrícia Coelho

Andrea Brasil