Missão da CAF avalia andamento das obras em Porto Alegre

08/08/2023 18:51
Pedro Piegas / PMPA
Executivo
Junto com Melo, comitiva conferiu os trabalhos no Quadrilátero Central, na Usina do Gasômetro e em obras viárias na Zona Sul

Representantes do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) realizaram, nos últimos dias, mais uma missão da avaliação das obras financiadas pelo programa Orla POA que se encontram em execução. Em Porto Alegre desde segunda-feira, 7, a comitiva do agente financeiro se reuniu com o prefeito Sebastião Melo e secretários municipais para discutir o andamento dos trabalhos e conferir in loco as intervenções no Quadrilátero Central, na Usina do Gasômetro e no conjunto de obras viárias localizado na Zona Sul da Capital.

“Temos desafios conjuntos a enfrentar em nome do Centro Histórico. As obras estão em andamento e o nosso papel é seguir acompanhando, fiscalizando, atuando para minimizar os impactos aos comerciantes e comunidade em geral, sempre lembrando que os benefícios dessas mudanças serão um legado para a cidade” – Prefeito Sebastião Melo.

Na segunda-feira, as reuniões foram concentradas na gestão do financiamento e na previsão da conclusão das obras em execução. Nesta terça-feira, 8, a comitiva realizou visitas de campo na Zona Sul, nas obras das avenidas Juca Batista e Eduardo Prado. Após, junto a Melo e os secretários de Planejamento e Assuntos Estratégicos, Cezar Schirmer, e de Obras e Infraestrutura, André Flores, o grupo vistoriou as obras do Quadrilátero. À tarde, as visitas de campo foram encerradas com uma vistoria na Usina do Gasômetro.

"Essa parceria da prefeitura com a CAF permitiu que Porto Alegre realizasse importantes obras, que transformaram a cidade. É difícil até de lembrar como era a cidade antes da obra da Orla, por exemplo, de como é importante a requalificação da Usina do Gasômetro, de como as obras do Quadrilátero são fundamentais na autoestima e nessa nova mobilidade que essa região da cidade precisa. As obras que fizemos de estrutura viária nas periferias da cidade e nas regiões mais afastadas do Centro também são muito importantes para que possa se desenvolver a cidade como um todo", ressalta André Flores.

Financiamento – O financiamento junto à CAF para o programa Orla POA representou uma captação de US$ 92 milhões, destinados à revitalização de áreas degradadas que possuem grande valor histórico e urbanístico, como a Orla do Guaíba e parte do Centro Histórico. Foram US$ 79,2 milhões investidos em obras de infraestrutura – US$ 42,4 milhões destinados à requalificação de espaços públicos e US$ 36,8 milhões direcionados ao sistema viário de Porto Alegre – US$ 8,4 milhões para projetos de desenvolvimento institucional e outros US$ 3,4 milhões aportados na gestão do programa.

O programa foi responsável por viabilizar financeiramente uma das maiores transformações urbanas dos últimos 50 anos em Porto Alegre: as obras dos trechos 1 e 3 da Orla do Guaíba. Também foram financiados, entre outros, os projetos de revitalização do Quadrilátero Central e da rua dos Andradas; a reforma da Usina do Gasômetro; demandas do Orçamento Participativo; estudos de mobilidade; lotes de obras viárias (entre eles, a Estrada de Furnas, Bernardino Silveira Amorim, a avenida Nilo Peçanha e a avenida Juca Batista); e investimentos em Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC).

“Esse financiamento representa uma das operações de crédito mais bem-sucedidas já realizadas pela prefeitura. Recursos que foram empregados para melhorar a qualidade de vida da população e dar início a um processo que visa a tornar a cidade um destino turístico relevante, capaz de dinamizar a economia do município e mudar a forma como Porto Alegre é vista nacionalmente. O relacionamento profícuo com a CAF nos mobiliza e nos faz trabalhar, inclusive, a prospecção de novas operações de crédito”, sinaliza Schirmer.

 

 

Claiton Silva

Andrea Brasil