Artigo: A educação do futuro e a volta às aulas

14/02/2024 09:00

Por volta de 1900, artistas franceses foram convidados a imaginar o mundo no ano 2000. O responsável por pensar o futuro da educação criou uma sala de aula com estudantes em classes individuais, professor e assistente usando uma máquina parecida com um moedor de carne, onde são colocados livros. Dessa máquina saem fios conectados a capacetes nas cabeças dos estudantes. A informação seria levada assim para a mente de nossos alunos.

Embora sem essa máquina e os fios conectados, as informações hoje estão nas nuvens e disponíveis a cada estudante em seus celulares, tablets e desktops. António Nóvoa participa de um projeto da UNESCO que trata do futuro da educação e destaca que ninguém imaginava que o tema fosse ter uma relevância tão urgente. Há uma discussão, no meio acadêmico e na sociedade, questionando a escola e o modelo educacional vigente. Se, na maioria dos países, os estudantes não têm se apropriado das competências necessárias, para atingir resultados diferentes teremos que ter uma nova escola.

Se precisasse imaginar uma sala de aula daqui a cem anos, em 2124, poderia sugerir que o espaço seja pensado para valorizar o relacionamento, a conversa, a convivência do mundo real. O metaverso interagindo com o analógico e o físico. Esse meio termo entre a tecnologia e o relacionamento será importante na escola, a qual precisará ser um espaço onde os fundamentos sejam trabalhados. Não apenas as competências técnicas, mas também as habilidades comportamentais e interpessoais que nos permitam, num ambiente de contemplação, conforme pregado por Aristóteles, alcançar a felicidade.

Hoje retomamos as aulas na rede pública municipal de Porto Alegre. Quase 80 mil estudantes encontrarão professores capacitados, gestores competentes e estrutura adequada para os desafios de 2024. Que sejamos capazes de construir essa educação do futuro, mesclando comportamento e tecnologia, para colocar a educação de Porto Alegre em outro patamar.

José Paulo da Rosa, secretário municipal de Educação de Porto Alegre

Artigo publicado na edição de quarta-feira, 14 de fevereiro, do jornal Zero Hora

 

 

Lissandra Mendonça

Acompanhe a prefeitura nas redes