Prefeitura recebe doação para implantar Rua Completa no Bom Fim

19/10/2021 16:11
Julia Veiga/EPTC PMPA
EPTC
Projeto distribuiu o espaço de maneira mais democrática entre motoristas, ciclistas e pedestres

A Prefeitura de Porto Alegre, por meio da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), recebeu material de empresários para auxiliar na implantação de projeto que qualifica a sinalização viária no bairro Bom Fim. O recurso é resultado de doação da população, pelo projeto Troco Amigo, e também doação pelo Mercado Brasco.

A doação dos proprietários do estabelecimento vai viabilizar a implantação de um projeto piloto na região, no conceito de Ruas Completas, que busca soluções de desenho urbano para oferecer uma experiência mais segura e democrática. “Ficamos muito felizes, muito contentes com a melhoria da vida na rua. A gente sempre se preocupou com a segurança de pedestres e ciclistas”, comenta Gabriel Drummond, proprietário do Mercado Brasco.

Na área de urbanismo tático do cruzamento com a Fernandes Vieira também serão instalados mobiliários (bancos, floreiras e paraciclos) para tornar a via um local público de permanência e não só de passagem. “O objetivo da nova proposta é a humanização das vias e, a partir de um piloto, replicar em outros trechos da Capital projeto semelhante - sobretudo em áreas com concentração de comércio e intensa circulação de pessoas”, explica a engenheira Alessandra Both, coordenadora de Projetos de Mobilidade Sustentável da EPTC.

O projeto de sinalização se estende pelas ruas Vasco da Gama e Irmão José Otão, da av. Mariante até a rua Dr. Barros Cassal. Serão instaladas ciclovias, ilhas para pedestres por meio de urbanismo tático, tachões e balizadores em todo o trecho. Cola para tachões e balizadores foram comprados com as doações da população, pelo projeto Troco Amigo. O material será utilizado para sinalização de várias ciclovias, da Vasco, Bento Gonçalves, entre outras. O material será utilizado para auxiliar na implantação de projetos que incentivam a mobilidade ativa e qualificam a segurança viária.

“Havia um projeto para o local com melhora na segurança viária e sinalização para pedestres, ciclovias e mais segurança no trânsito. O ganho com a doação recebida e, principalmente, o gesto da população, tornaram o projeto da região uma referência que podemos replicar em outras regiões da cidade”, destaca o secretário de Mobilidade Urbana, Luiz Fernando Záchia. “Ver o engajamento da população com objetivo de auxiliar o poder público para promover o uso do espaço público é incrível. Parabéns aos empresários e aos clientes, que ajudaram a qualificar ainda mais a mobilidade da cidade”, comemora o secretário-adjunto de Mobilidade Urbana, Matheus Ayres.

O diretor-presidente da EPTC destaca que, além das características que contemplam diversos modais, não apenas o transporte individual, o novo desenho da via dá mais segurança aos frequentadores da região. “Muitos motoristas desciam a Fernandes Vieira em velocidade acima da compatível. A sinalização ostensiva, com espaços delimitados para pedestres e ciclovias, faz com que a velocidade média do trecho reduza, o que também diminui a chance de acidentes, principalmente com mais gravidade”, explica Paulo Ramires.

A resolução 05/2021 autoriza a EPTC a receber doações de materiais, mediante abertura de expediente administrativo. Quem desejar colaborar pode enviar e-mail para eptc@eptc.prefpoa.com.br. Podem realizar doações pessoas físicas e jurídicas, de direito público ou privado, que objetivem viabilizar projetos de interesse público relacionados com os vários setores das respectivas áreas de atuação da empresa, observada a juridicidade dos atos.

Conceito Ruas completas são projetadas para dar segurança a todos os seus frequentadores. É uma tendência mundial que tem como objetivo distribuir o espaço de maneira mais democrática, com espaço para motoristas, ciclistas, pedestres e incentiva a ocupação da cidade. Transforma o espaço de passagem em local de permanência. O redesenho das ruas e da cidade, com escala humana (velocidade de pessoas e ciclistas) e não de veículos, torna os espaços mais atrativos, seguros e amigáveis.

Gabriela Duarte e Gustavo Roth

Gilmar Martins

Acompanhe a prefeitura nas redes