Bota-Fora recolhe mais de 174 toneladas de resíduos em abril

04/05/2021 09:00
Luciano Lanes / PMPA
SERVIÇOS URBANOS
Serviço atende mais de 200 comunidades em vulnerabilidade social

Ao longo do mês de abril, o projeto Bota-Fora coletou 174,42 toneladas de resíduos. Foram atendidas 49 comunidades de diferentes bairros. O trabalho é realizado pelas equipes do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU), órgão que integra a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SMSUrb). Em março, foram recolhidas 145 toneladas de resíduos pela ação.

O serviço do Bota-Fora ocorre para auxiliar a população no descarte correto de objetos volumosos não recolhidos pelas coletas regulares da prefeitura, como eletrodomésticos, móveis quebrados e colchões. Isso evita que material descartado irregularmente nas ruas obstrua arroios e bocas de lobo e cause alagamentos. O projeto atende comunidades em vulnerabilidade social. São beneficiadas mais de 200 localidades.

“O Bota-Fora oportuniza o descarte correto de materiais que poderiam formar focos irregulares de lixo. Seguiremos vigilantes e fiscalizadores dos serviços prestados à população, com foco na zeladoria da cidade”, ressalta o secretário Municipal de Serviços Urbanos, Marcos Felipi Garcia.

O diretor-geral do DMLU, Paulo Marques, destaca a importância da participação do cidadão no combate ao descarte irregular de resíduos. “Se cada um tiver a consciência de que todos os materiais têm um lugar apropriado para serem entregues, e que possuem valor financeiro se encaminhados para reciclagem ou reaproveitamento, poderemos construir um futuro melhor para nossa cidade e contribuir até mesmo com a geração de renda de quem vive da triagem dos resíduos."

A recomendação aos moradores dos pontos atendidos é que os materiais sejam colocados em frente às residências na noite anterior ou até as 7h30 do dia do Bota-Fora. A divulgação é feita por meio de cartazes afixados em unidades de saúde, mercados, escolas, bares e associações de bairros. O DMLU conta agora também com um carro de som que percorre as comunidades um dia antes da coleta, avisando sobre o serviço.

Além do Bota-Fora, a população pode utilizar, gratuitamente, as Unidades de Destino Certo (UDC) do DMLU para se desfazer de objetos que não entram na coleta regular de lixo. Essas unidades são popularmente conhecidas como Ecopontos e estão distribuídas por várias regiões da cidade. Para informações sobre os locais, clique aqui. 

Primeiro ciclo do Bota-Fora:

Fevereiro: 192,05  toneladas recolhidas em 33 comunidades;

Março: 145 toneladas em 41 comunidades;

Abril: 174,42 toneladas em 49 comunidades;

 

 

 

 

 

Adriana Machado

Andrea Brasil