Prefeitura nomeia 36 novos profissionais para o HPS

12/04/2024 17:12
Jefferson Bernardes / Arquivo PMPA
Prefeitura nomeia 36 novos profissionais para o HPS
Hospital de Pronto Socorro completa 80 anos no próximo dia 19

A Prefeitura de Porto Alegre, por meio das secretarias de Saúde e Administração e Patrimônio anunciou, nesta sexta-feira, 12, em edição extra do Diário Oficial, a nomeação de 36 novos servidores para o Hospital de Pronto Socorro (HPS). São 20 novos técnicos de enfermagem, seis enfermeiros, seis fisioterapeutas, dois farmacêuticos e dois fonoaudiólogos.

Prestes a completar 80 anos no próximo dia 19 de abril, o hospital ganha fôlego com a recomposição do quadro, resultando em melhor ambiente para os profissionais e pacientes. Desde 2021, o prefeito Sebastião Melo autorizou a nomeação de 145 servidores para o hospital.

“O esforço do poder público com as novas contratações vai capacitar o hospital e tem efeito imediato aos mais de 300 pacientes atendidos diariamente pelo corpo técnico da instituição”, destaca o secretário municipal de Saúde, Fernando Ritter. “Seguiremos trabalhando para a valorização dos servidores e o cuidado com os cidadãos”, complementa o secretário municipal de administração e patrimônio, André Barbosa.

Investimentos - Nos últimos anos, a prefeitura fez diversos investimentos no hospital, como a reforma e modernização da UTI pediátrica e a nova enfermaria de trauma pediátrico, bem como a implantação de sete leitos de enfermaria para trauma, oito leitos intensivos e climatização e salas de recreação.

Mais de R$ 18 milhões foram investimentos para melhoria da infraestrutura e compra de equipamentos hospitalares como tomógrafo, autoclaves, dispensadores de medicamentos, boiler, camas elétricas e monitores de multiparametrização. Além disso, há uma economia de 600 mil litros de água por mês devido à troca do sistema de ar comprimido. Estão em andamento melhorias no telhado para evitar infiltrações.

Ampliação e fachada – O HPS será ampliado para qualificar o atendimento de emergência em Porto Alegre, com um investimento previsto de R$ 140 milhões. A nova estrutura terá oito andares em um terreno de 11 mil metros quadrados de área ampliada, com até 110 novos leitos, que se somarão aos 95 existentes na estrutura atual.

A médio prazo, a fachada revitalizada da instituição deverá ser entregue até o final deste ano, de forma a criar um contraste entre o design original e as intervenções posteriores, respeitando a concepção inicial e trazendo à luz todas as marcas de 80 anos de evolução. O acolhimento aos pacientes não será alterado com as mudanças. Cerca de R$ 5 milhões serão investidos pela prefeitura.

 

Carolina Zeni

Gilmar Martins