Prefeitura inicia circuito de debates sobre o futuro do Centro Histórico

17/08/2023 14:56

A Secretaria do Planejamento e Assuntos Estratégicos (SMPAE) deu início a uma série de reuniões com entidades representativas da sociedade civil com o intuito de apresentar o programa Centro+ e as obras previstas no financiamento internacional em captação junto ao Banco Mundial (BM) e à Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD). O primeiro encontro foi realizado no auditório do Sindilojas POA nesta quarta-feira, 17, e contou com a participação dos secretários Cezar Schirmer e Alexandre Aragon (Segurança) e de representantes da Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura (Smoi).

Em sua fala, Schirmer listou as ações já realizadas na região, como a recuperação de espaços públicos relevantes – Mercado Público, Viaduto Otávio Rocha, Usina do Gasômetro e Paço Municipal, entre outros – e detalhou o planejamento para os recursos oriundos da operação de crédito internacional. Para o secretário, as intervenções e projetos a serem desencadeados possuem o potencial de alavancar a economia do Centro Histórico ao mesmo tempo em que tornarão a região um destino turístico ainda mais relevante, devido às atrações culturais, opções de lazer e riqueza do patrimônio histórico e arquitetônico.

“Demos início, no Sindilojas, a um roteiro pelas entidades representativas da sociedade civil. Queremos dialogar com todos os atores, somando esforços na revitalização do Centro Histórico e apresentando o nosso planejamento para o financiamento em captação com o Banco Mundial e a Agência Francesa de Desenvolvimento. Nosso objetivo é construir a partir da colaboração, tornando o Centro Histórico um espaço qualificado, seguro e referência em turismo cultural”, afirmou o titular da SMPAE.

Após Schirmer, Aragon apresentou o plano de Segurança do Centro Histórico. A Secretaria Municipal de Segurança pretende, em curto prazo, estabelecer uma nova dinâmica com a região. Entre as ações previstas estão o reforço de efetivo da Guarda Municipal,  a instalação de totens interativos e de um contêiner para uso da corporação no Largo Glênio Peres. “Não estamos aqui para prometer nada. Estamos apenas apresentando o que, de fato, está sendo feito. O que os senhores e as senhoras estão vendo depende apenas de um curto período de tempo”, assegurou. De acordo com o secretário, as aquisições dos equipamentos dependem apenas dos trâmites burocráticos obrigatórios e o incremento de efetivo ocorrerá após a formação da nova turma de agentes.

Arcione Piva, presidente do Sindilojas POA destacou a importância do diálogo entre o poder público e a categoria. "Debater temas relevantes como a revitalização do Centro Histórico e os avanços nas obras é de extrema importância, pois conversa diretamente com aqueles que convivem no dia a dia dos acontecimentos, como moradores e lojistas. Sabemos que por vezes, essa movimentação toda causa um desconforto, mas acaba por ser necessária para as melhorias que o Centro exige".

Os debates sobre o futuro do Centro Histórico terão seguimento com novas reuniões junto a entidades. Em setembro, estão previstos encontros com o Sindicato de Hospedagem e Alimentação de POA e Região (Sindha) e com a Associação Comercial de Porto Alegre (ACPA).

  

Claiton Silva

Gilmar Martins