Leilões de imóveis arrecadam cerca de R$ 50 milhões para Fundo de Patrimônio Municipal

10/10/2023 17:14

O quinto leilão eletrônico de imóveis municipais da Prefeitura de Porto Alegre foi realizado nesta terça-feira, 10, via Portal de Compras Públicas e organizado pela Secretaria de Administração e Patrimônio (Smap). Quatro imóveis foram vendidos de 11 ofertados, localizados em diferentes regiões da Capital. Após a homologação do certame, a arrecadação prevista é de R$ 1,7 milhão. Agora, a prefeitura contabiliza 47 imóveis vendidos em cinco edições dos leilões eletrônicos promovidos, desde março de 2023, totalizando aproximadamente R$ 50 milhões de recursos que serão revertidos para o Fundo Municipal de Porto Alegre para Restauração, Reforma e Manutenção do Patrimônio Imobiliário.

Participaram imóveis compreendidos em diferentes bairros da Capital: Rio Branco, Camaquã, Guarujá, Azenha, Boa Vista, Medianeira, Navegantes, Santana, Menino Deus e Ponta Grossa. “Este leilão representa o primeiro decorrente da manifestação de interesse do cidadão", destaca o secretário de Administração André Barbosa. “Os lotes residuais na Restinga e no Porto Seco que restaram desertos de antigos leilões também poderão integrar o próximo certame", acrescenta. A prefeitura estuda ainda a possibilidade de tentar fazer a venda direta.

Os imóveis arrematados nesta terça estão localizados nos seguintes endereços: avenida Carlos Barbosa, 798, no bairro Medianeira; rua Voluntários da Pátria, 4033, no bairro Navegantes; rua Voluntários da Pátria, 4047, no bairro Navegantes; rua Vicente da Fontoura, 714, no bairro Santana.

Balanço dos leilões

- 1º leilão: três imóveis vendidos (12 ofertados) em diversos bairros da Capital, com arrecadação de R$ 7,23 milhões;

- 2º leilão: sete terrenos vendidos no Porto Seco (15 ofertados), com arrecadação de R$ 28,61 milhões;

- 3º leilão: 31 imóveis vendidos na Restinga, de 50 ofertados. Arrecadação de R$ 9 milhões em leilão histórico com mais de 72.211 mil metros quadrados de área vendidos.

- 4º leilão: vendidos dois imóveis residuais do Porto Seco, de oito ofertados, com arrecadação de R$ 3,17 milhões;

- 5º leilão: vendidos quatro imóveis, de onze ofertados, com arrecadação de R$ 1,7 milhão.

 

Mariana Kruse

Gilmar Martins

Acompanhe a prefeitura nas redes