Porto Alegre Forte

Confira as principais medidas do governo municipal diante da maior enchente da história da capital gaúcha

Desde o início da maior enchente da história da capital gaúcha, a Prefeitura de Porto Alegre mobilizou suas equipes para o acolhimento à população atingida. Com prioridade nas pessoas, a atuação acontece nas mais diversas frentes para minimizar os impactos das cheias na vida dos porto-alegrenses.

Abaixo, você confere as principais medidas de enfrentamento:
 

  • Cerca de 30 mil resgates de pessoas em áreas alagadas, segundo estimativas da Defesa Civil e autoridades parceiras.

  • Central de Abrigos com mais de 14 mil pessoas atendidas em mais de 180 espaços mantidos junto com entidades e voluntários desde o início da enchente.

  • Mais de 15 mil cestas básicas distribuídas.

  • Construção de três corredores humanitários para agilizar entrada de suprimentos durante a crise.

  • Força-tarefa de limpeza diária, com mais de 1000 profissionais e mais de 460 equipamentos, entre caminhões e retroescavadeiras.

  • Mais de 60 mil toneladas de resíduos recolhidas (entre os dias 6/5 e 14/6).

  • Apresentação do Plano Reconstruir POA, que convida empresas a adotarem próprios municipais destruídos pela enchente para investimento financeiro em suas reconstruções.

  • Seis mil animais em abrigos temporários. No total, incluindo ONGs parceiras, foram 10 mil animais resgatados e atendidos desde o início da enchente.

  • Mais de 10 toneladas de ração para cães e gatos transportadas.

  • Mais de 73 mil CPFs enviados para benefício federal Auxílio Reconstrução (até o dia 7/6).

  • 10 mil vacinas aplicadas em pessoas abrigadas, voluntários e forças de segurança.

  • Dois hospitais de campanha: Pronto Atendimento da Bom Jesus e Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Moacyr Scliar.

  • Isenção de tarifa de água para cidadãos atingidos pelas cheias.

  • Cancelamento de parcelas do IPTU para residências situadas nas regiões alagadiças.

  • Prorrogação dos vencimentos de ISSQN para empresas atingidas.

  • Ampliação no valor do Estadia Solidária.

  • Realização do programa RecuperaPOA, o refiz municipal, para proporcionar o pagamento de dívidas com até 98% de desconto em juros e multas.

  • Entrega de ofício ao governo federal solicitando recusos no valor de R$ 12,3 BI para a recuperação de Porto Alegre.